Você sabe o que é conciliação bancária e qual a importância dela para o crescimento da sua empresa?

Muitos empreendedores ignoram essa etapa da gestão financeira e acabam tendo surpresas desagradáveis no momento de pedir um empréstimo ou de passar por uma auditoria.

Segundo uma matéria publicada em março de 2018 pelo Endeavor, o mentor Marco Miranda em uma mentoria coletiva para o programa BRMALLS PARTNERS, citou esse como um dos erros que mais impactam no crescimento das empresas.

Nesse artigo, vamos falar um pouco a respeito dos conceitos, como fazer e quais os pontos de atenção dessa importante área do seu negócio. Vamos lá?

CONCILIAÇÃO BANCÁRIA: O QUE É E QUAL A SUA IMPORTÂNCIA?

Primeiramente, é preciso compreender o conceito de conciliação bancária e qual a sua importância, certo? Bem, essa nada mais é do que uma conferência e comparação das movimentações e extratos bancários com o controle financeiro da sua empresa.

Esse processo é necessário para garantir que o saldo das contas estão de acordo com os registros internos do seu negócio, pois assim é possível monitorar o fluxo de caixa e identificar diferenças.

Muitas vezes, quando não há um cuidado nesse aspecto, os valores não batem e fica difícil até mesmo realizar a contabilidade de maneira eficaz, fazendo com que a empresa tenha problemas para justificar as entradas e saídas diante do fisco.

Além disso, é mais fácil para planejar estratégias de expansão, de marketing e até mesmo de aumento de estoque, caso necessário.

Mas, afinal, como realizar uma conciliação eficaz? É sobre isso que falaremos a seguir. Confira!

CONCILIAÇÃO BANCÁRIA: COMO FAZER?

Para que a conciliação bancária do seu empreendimento seja realizada de maneira correta, é importante ter atenção aos seguintes passos:

– Controle do fluxo de caixa: É necessário que o empreendedor tenha o controle de toda a movimentação do negócio, como o contas a pagar, contas a receber, estoque, ferramentas (como emissor de NF-e, por exemplo), clientes inadimplentes, etc. Assim fica mais fácil comparar os processos com os extratos bancários.

– Comparação entre os dados internos e os da instituição: com toda a documentação em mãos, é o momento de verificar se os dados das contas da empresa estão de acordo com os dados obtidos nos diversos setores.

– Correção de falhas: ao realizar a conciliação bancária, caso sejam identificados erros, é importante realizar a correção imediata para evitar prejuízos ao empreendimento. Se no entanto, a falha for do banco, solicite o quanto antes a correção.

É interessante que esse processo seja realizado diariamente evitando assim a perda de algum dado.

CONCILIAÇÃO BANCÁRIA: QUAIS OS PONTOS DE ATENÇÃO?

É comum identificar falhas no momento de realizar a conciliação bancária e é recomendado que a correção seja feita o quanto antes para evitar problemas futuros na gestão financeira da empresa. Entre os principais pontos de atenção que você deve ter nesse momento podemos citar:

1- Diferenças entre os lançamentos do banco e os internos: verifique o documento que originou o lançamento para confirmar acréscimo de multas e juros, por exemplo, ou se ocorreu uma cobrança indevida.

2- Taxas bancárias e impostos não previstos: fique atento quanto às tarifas cobradas pelo seu banco e confira se estão corretas.

3- Cheques e transações não compensadas: considere em seu fluxo de caixa transações e cheques que ainda não foram compensados.

4- Depósitos não identificados: mantenha um controle separado destes, pois devem ser tratados como receita.

5- Erros da instituição financeira: entre em contato com o banco e solicite o estorno.

Caso encontre algum erro que não consiga identificar a fonte, o ideal é buscar o apoio do seu contador de confiança.

Para que esse seja um processo mais tranquilo, o empresário pode utilizar planilhas ou até mesmo softwares integrados que além de tornar a conciliação mais rápida, diminui os erros de comparação e evita retrabalhos.

É importante ressaltar que mesmo as micro e pequenas empresas não devem deixar de acompanhar esse importante setor. Quanto maior o controle, menor a possibilidade de falhas no processo e mais tranquilidade para o empresário que saberá exatamente qual a situação financeira do seu negócio.

×
Oi! Quer conversar?
Clica aí no ícone para abrir a janela do WhatsApp no seu computador ou celular.