Warning: A non-numeric value encountered in /home/resolvegestaocontabil.com.br/www/wp-content/themes/Divi/functions.php on line 5763

Para abrir uma clínica médica ou um consultório é necessário que o médico ou outro responsável execute um bom planejamento que garanta a estabilidade dos negócios e a qualidade das prestações de serviços. O ideal é que ele saiba quais são as obrigatoriedades para começar esse tipo de negócio e entender as capacidades. E nesse artigo, vamos abordar um pouco dos passos para montar uma clínica médica.

O que levar em conta para abrir uma Clínica Médica

Para abrir uma clínica médica, é preciso estar atento a detalhes importantes como:

  • Escolha do lugar 

Escolha que tipo de consultório atende mais suas necessidades. Tenha em mente também a localização. O ideal é escolher um lugar que disponha de estacionamento, que leva mais comodidade para os clientes. Isso faz toda diferença. Outro aspecto é a vizinhança que pode determinar o nicho que você quer atender.

Outro tópico é a estrutura do lugar, pois uma boa iluminação dará um melhor aspecto quando os clientes olharem o resultado do seu trabalho.  A estrutura física depende da especialidade da clínica, expectativas de mercado quanto ao tamanho da população, estudos epidemiológicos que caracterizam as atividades a serem desenvolvidas pela instituição.

É necessário ficar atento aos aspectos legais e regularizações de acordo com as licenças exigidas. Não esqueça de consultar a Prefeitura para confirmar se a clínica de saúde poderá funcionar naquele endereço escolhido.

  •  Criação de um plano de negócios 

Todo empreender que se preze deve realizar, um plano de negócios para que o mesmo tenha uma visão ampla de como abrir uma clínica médica e o mercado no qual está inserida.

Dentro desse plano é necessário que tenha, uma questão detalhada sobre a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa. É aqui que serão apresentadas as metas de produtividade, o valor das consultas, quanto você vai gastar na abertura da clínica, se vai ter fornecedores ou não. 

De forma sucinta, o plano de negócios revela o que a empresa comprará, descrevendo as suas formas de pagamento, sua gestão de material e de estoques e quais os critérios que a empresa usará para aceitação de fornecedores.

  • Defina investimentos, custos e tributação

Como foi dito no passo acima é preciso fazer planejamento e aqui também não é diferente. O planejamento aqui deverá incluir os custos fixos como: aluguel, conta de água, energia elétrica, folha de pagamento de funcionários, entre outros.

Outro fator relevante é o planejamento tributário, que o gestor da área da saúde deve ter total atenção aos tributos que vão incidir sobre o negócio. O médico/ empreendedor poderá optar pelo lucro presumido, lucro real ou ainda pelo simples nacional.

  • Lucro presumido

 A mensuração do IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e da CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido) tem como base uma margem de lucro específica, que muda de acordo com a área de atuação da empresa. A desvantagem está no fato de se trabalhar com uma tabela fixa, ou seja, quando seu lucro da clínica for menor do que o estabelecido pela legislação, se pagará mais impostos do que deveria. 

  • Lucro real

 É um regime de tributação que incide sobre o lucro líquido da empresa em determinado período. Nesta modalidade, a partir da base de cálculo do IRPJ e da CSLL, os encargos podem aumentar ou diminuir de acordo com os resultados obtidos. Se a empresa tiver prejuízo em algum ano, ela fica dispensada do pagamento do tributo. 

  • Simples Nacional

 A vantagem do Simples Nacional é a unificação de oito tributos em um único cálculo e pagamento. Essa característica facilita o gerenciamento de impostos em clínicas médicas. Os impostos unificados são: IRPJ, CSLL, PIS/PASEP, Cofins, IPI, ICMS, ISS e CPP. Nesta modalidade, para calcular o tributo, é preciso verificar a faixa de receita bruta que a empresa se enquadra.

Passo a passo para formalização da clínica médica

Não esqueça de registrar a sua empresa, por isso é importante contar com ajuda de um profissional habilitado ou uma empresa que auxilie no processo de abertura. É importante ter ajuda para elaborar os atos constitutivos da empresa e auxiliar na escolha jurídica e o enquadramento do regime tributário.

As etapas para o registro de uma empresa são:

  • Junta Comercial;
  • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
  • Secretaria Estadual da Fazenda;
  • Prefeitura do Município para obter o alvará de funcionamento;
  • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal (a empresa ficará obrigada ao recolhimento anual da Contribuição Sindical Patronal); 
  • Cadastramento junto à Caixa Econômica Federal no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”; 
  • Corpo de Bombeiros Militar.
  • Obtenção do alvará de licença sanitária para adequar às instalações de acordo com o Código Sanitário. Em âmbito federal, a fiscalização cabe a Agência Nacional de Vigilância de Saúde. Na esfera estadual e municipal, fica a cargo das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde; 
  • Os estabelecimentos de saúde precisam estar atentos à legislação específica, como a Lei Orgânica da Saúde (Lei – 8.080), assim como a Lei 8.142, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS); entre outras. 

Funcionários 

Se é do seu interesse montar uma equipe qualificada é indispensável que a contratação seja de forma criteriosa e a gestão de recursos humanos deve levar em conta a qualificação e o comprometimento dos profissionais. O número de funcionários de uma clínica dependerá da estrutura e especialidades oferecidas.

Neste segmento, também é comum que médicos especialistas prestem serviços ou consultas em dias específicos. Neste caso, se a clinica tiver a atuação de outros profissionais que prestam atividades técnicas que não sejam sócios ou empregados, é preciso planejar como será feito a remuneração.

Para mostrar maior profissionalismo, monte uniformes ou aventais personalizados com a marca da clínica de saúde para os funcionários. Além disso, invista na seleção e treinamento dos colaboradores, principalmente no quesito atendimento ao cliente.

 As clínicas e os consultórios médicos devem considerar em sua estratégia também outros fatores gestão interna, divulgação, foco no cliente, qualificação da equipe e, claro, a qualidade dos serviços prestados em cada atendimento.

Divulgação

A divulgação pode ser a partir do profissional ou de empresas especializadas, especialmente no início do seu negócio se torne conhecido pelos futuros clientes e públicos em geral. Mas não se esqueça: nesse ramo, o boca a boca ainda é a melhor forma de divulgação. Por isso, o atendimento impecável e serviço excelente serão essenciais para ter sucesso. Cativando um cliente, é muito provável que ele novos clientes – às vezes, tão fiéis quanto ele.

Nós da Resolve Contabilidade somos especialistas em contabilidade para Corretores de Seguros. Para mais informações acesso nosso site ou ligue para nosso telefone (31)3363-1370 ou (31)2564-0772.

×
Oi! Quer conversar?
Clica aí no ícone para abrir a janela do WhatsApp no seu computador ou celular.